Ameaçam homem com navalha, roubam-no e fazem transferência milionária

Escrito porem 26 de Julho, 2022

Suspeitos apropriaram-se de 400 euros que a vítima tinha na carteira e de um cartão bancário, com o qual fizeram vários levantamentos ilícitos uma transferência de 15 mil euros.

Dois homens, com 24 e 33 anos, foram detidos por suspeitas da prática de um crime de roubo agravado, em Ponta Delgada, Açores. Segundo revelou, esta segunda-feira, a Polícia de Segurança Pública (PSP), a investigação começou após a denúncia da vítima.

Já no decorrer das diligências realizadas pela PSP, “foi possível reunir elementos probatórios que indiciam os suspeitos de terem planeado o ilícito sobre a vítima de 62 anos, a qual haviam conhecido apenas algumas horas antes da ocorrência do crime”.

Os suspeitos e a vítima “confraternizaram” em vários estabelecimentos situados nas Portas do Mar, tendo os detidos, posteriormente, seguido o homem até às imediações da igreja de São Pedro, onde lhe apontaram uma navalha ao pescoço para se apropriarem de 400 euros que a vítima tinha na carteira e de um cartão de multibanco. O cartão foi utilizado pouco tempo após o crime para “efetuar levantamentos bancários ilícitos e ainda uma transferência bancária de valor muito significativo, concretamente 15.000 euros”.

Os suspeitos foram identificados através da “recolha de informação e diligências investigatórias urgentes”. Um dos autores do crime foi detido na passada sexta-feira, por ordem da autoridade policial, e o segundo foi detido no sábado, “já com intervenção do Ministério Público, aquando da sua localização por parte das autoridades”.

“Após terem sido sujeitos a interrogatório no tribunal judicial de Ponta Delgada, um dos suspeitos, já com antecedentes criminais ligados a crimes de furto e burla, inclusivamente, com uma pena de prisão cumprida, ficará a aguardar as restantes fase do processo sujeito à medida de coação de prisão preventiva”, explicou a PSP. Já ao outro arguido, foi determinada a obrigatoriedade de apresentação diária perante as autoridades.

Em comunicado, o  Comando Regional da PSP dos Açores lembrou e sensibilizou a “população para a adoção de medidas preventivas de segurança de forma a evitar a ocorrência de crimes, designadamente quanto à não divulgação de códigos de segurança bancários nem a inscrição dos mesmos em locais facilmente acessíveis aos agentes do crime”.

 

 

Fonte: Noticias ao Minuto


Opinião do Leitor

Deixe o seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados



A Tocar na Rádio

Titulo da Musica

Artista

Programa no Ar

Tardes da Rádio

15:00 19:00

Programa no Ar

Tardes da Rádio

15:00 19:00

Background