A Tocar na Rádio

Titulo da Musica

Artista

Programa no Ar

Auto DJ

00:01 11:00

Programa no Ar

Auto DJ

00:01 11:00

Background

Jorge Jesus explica problemas defensivos e deixa ‘conselho’ a Darwin

Escrito porem 7 de Novembro, 2020

Jorge Jesus fez, este sábado, o lançamento do jogo do Benfica com o Sporting de Braga, agendado para amanhã, referente à 7.ª jornada da I Liga. 

Everton com défice defensivo: “O Benfica sofreu seis golos nos últimos jogos… Pelo lado esquerdo foram dois golos. Claro que isso me preocupa como treinador. Não é um Benfica mais frágil a defender pela esquerda do que pela direita. Não tem a ver com o setor, mas sim com a movimentação defensiva do Benfica. Já passamos isso á equipa.” 

Gaitán: “O Nico Gaitán é um produto criado pelo Benfica. Foi no meu ano e fomos buscá-lo à Argentina. Fomos Argentina ver um jogador que não era o Nico e o meu assistente que mandei ir a assistência e falou-me no Nico. Comecei a ver os jogos dele e pedi ao presidente para o contratar. Foi assim que o Nico veio para o Benfica. O Nico teve uma passagem gloriosa no Benfica. Eu saiu e eu sai. Com bola no pé é um talento. Ele já pensava à frente e vai continuar a pensar à frente. Não sei em que condições físicas estará, mas é um grande jogador.” 

Que Braga espera: “O Braga tem adaptado o esquema desde o início da época. Nós temos uma ideia de jogo em termos ofensivos e são os nossos adversários que terão de se preocupar. Estamos a preparar o jogo da mesma maneira.”

Mudanças no onze: “O Grimaldo já teve duas lesões e não tem jogado tanto. O Nuno tem feito bons jogos, com algumas oscilações. É jovem e vai aprendendo. O André saiu e estamos ali a introduzir o Gil e o Diogo. O Diogo vai ter alguns erros em alguns jogos naquela posição. Isso faz-se com muito treino e muitas indicações do treinador. Acabei de dizer que não temos tido tempo para isso.” 

Benfica B com seis derrotas consecutivas: “As equipas B servem para formar jovens e mais tarde alimentar a equipa principal. A classificação é importante, mas não é o mais importante. O mais importante é formar os jogadores com qualidade para mais tarde serem integrados na equipa principal. No último jogo jogaram o Diogo Gonçalves e o Nuno Tavares, dois jogadores formados no Seixal. Claro que é importante o Benfica B ficar na II Liga, óbvio. Mas esse problema nunca se vai colocar. Nem que tivéssemos que meter os jogadores da equipa A a fazer a salvação. Esse tema não é problema.”

Novamente Lucas Veríssimo: “Se o Lucas olhar para a carreira desportiva, vem para o Benfica ou para a Europa. Se olhar para a carreira financeira, vai para a Arábia. Não tenho capacidades para interferir na decisão dele.” 

Muitos golos marcados e sofridos: “Os números provam que somos uma equipa ofensivamente forte. Os números provam que não somos uma má equipa a defender. O que isto quer dizer? Quer dizer que a última linha estão a trabalhar comigo há três meses e pouco. As minhas equipas sofrem sempre poucos golos, mas este ano tem sido atípico porque estou sempre a mudar aquela linha. Lesionou-se o André, saiu o Rúben, o Grimaldo lesionou-se… Estou sempre a mudar, e como não temos tempo para treinar, ela ainda não está afinada. Por estes motivos todos e agora os jogadores vão para as seleções. Temos de trabalhar mais teoricamente do que na prática. Essas minhas ideias foram elogiadas na Europa, na minha primeira passagem pelo Benfica. Não é pela falta de qualidade do jogador. São as várias mudanças e não poder trabalhar com eles na prática.”

Darwin: “O Darwin é um menino e está a começar a dar os pontapés numa carreira que vai ser  brilhante, se tudo correr normalmente. Ele tem de ficar mais jogador independentemente dos interesses financeiros. Quanto mais tempo ficar no Benfica, mais jogador vai ser no futuro.”

Lucas Veríssimo interessa ao Al Nassr: “É um jogador que esteve sempre na nossa agenda desde o primeiro dia. Por isto e aquilo não o conseguimos, mas quando tens concorrentes da Arábia tu não tens capacidade de resposta… Os números… Nem há comparação possível. O Lucas Veríssimo, na minha opinião, é um excelente jogador.”

Sp. Braga motivado: “Eu penso como eles estão a pensar. Vamos jogar contra um adversário forte. É uma das boas equipas do futebol português e que joga pela vitória em qualquer jogo. Seja em Portugal ou na Europa. O jogo amanhã vai ser de alta intensidade e de risco para as duas equipas.”

Jogos seguidos: “Esse problema é do Braga e do Benfica. Acho que este é um dos anos em que o Braga está mais perto dos grandes. Vai ser um jogo difícil para ambos. O Benfica tem vindo a crescer e que normalmente faz golos. Isso dá-nos garantias e confiança para sairmos vencedores.” 

14h11: A conferência de imprensa estava agendada para as 14 horas, mas Jorge Jesus ainda não compareceu na sala de imprensa.

Fonte: Noticias ao Minuto


Opinião do Leitor

Deixe o seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados